A modelo colombiana que recebeu a pena de morte


Quando você vê uma linda mulher brilhando nas capas das revistas, imagina uma pessoa do bem, com uma personalidade condizente com aquele rostinho angelical. Mas esse nem sempre é o caso; e uma supermodelo colombiana chamada Juliana Lopez acabou sendo condenada à punição capital – famosa pena de morte – enquanto viajava pela China.

Juliana é dona de uma loja, jogadora profissional de futebol, tem o seu próprio programa de TV, e é uma supermodelo extremamente famosa e bem-sucedida. Até que ela havia viajado até a China para comprar alguns materiais para sua boutique, e acabou sendo detida pelas autoridades chinesas por conta de uma “grande quantidade de substância proibida”, que foi supostamente encontrada escondida dentro de um laptop.

A família da jovem não estava conseguindo entrar em contato com ela, e pediu ajuda da Embaixada Colombiana. Foi então que descobriram a bizarra situação de Juliana, que no momento contesta a pena e alega ser inocente. O problema é que uma investigação desse porte por lá costuma durar entre 6 meses e 2 anos… Ou seja, a modelo ainda vai ficar um bom tempo pelas terras chinesas.

1

2

3

4

Uma história meio bizarra. Afinal, por que alguém tão bem-sucedida na vida se arriscaria assim, especialmente num país onde existe a pena de morte? Meio mal contado isso aí. Mas vai de cada um, né?



Deixe seu comentário!