Olha isso! Ela abandonou sua casa em 1939 e quando abrimos a porta


Era o início da Segunda Guerra Mundial e o mais provável é que ela tenha recebido a notícia por alguém próximo de que os alemães estavam indo em direção a Paris.
Para sobreviver, ela pegou apressada os bens mais essenciais e tomou rumo para a zona livre da França, que se encontrava mais ao sul e se estendia desde as proximidades de Vichy à Marselha e à fronteira com a Espanha.

22

E essa senhora, apesar de nunca mais ter visto seu apartamento,permaneceu pagando seu aluguel por toda a vida. Ela morreu com a idade de 91 anos em 2001. Foi apenas após a morte de Madame de Florian que as primeiras pessoas se interessaram pela casa. Eles contrataram o leiloeiro Olivier Choin-Janvry para inventariar os móveis. Considerando todos os anos que se passaram desde a última vez que alguém viveu de fato lá, Olivier e sua equipe sofreram um leve choque cognitivo quando a
última fechadura se abriu permitindo ver além da porta o que estava oculto durante décadas.

33

 

Mas a descoberta mais intrigante e surpreendente foi a pintura de uma mulher de excepcional beleza com vestido para noite de cor rosa. Investigações posteriores revelaram que a personagem era a ex-proprietária do apartamento, Marthe de Florian, a avó de Madame de Florian. O artista era desconhecido por um longo tempo, mas finalmente foi lhe dada a autoria para o pintor italiano da época – Giovanni Boldini.

44

Marthe de Florian era uma atriz bem conhecida em Paris. Ela viveu uma vida das mais luxuosas, como representante da “alta sociedade” no final do século XIX. Ela era conhecida por uma série de romances. No apartamento, foram encontradas muitas cartas de amor de seus amantes, cuidadosamente amarradas com fitas de diferentes cores.

sad

Elas são a prova de que ela possuía muitos pretendentes, incluindo vários primeiros ministros e presidentes da França.

ual

 

 

Marthe, além de ser a musa da pintura de Giovanni, possuía uma carta de amor que revelava ser ela também o amor de seu coração. A obra provocante foi pintada em 1888, quando Marthe tinha 24 anos. Depois de ter sido descoberto em 2010, foi leiloado por 3,4 milhões de dólares – o quadro mais caro de todas as obras de Giovanni. E com o preço de todos os tesouros da casa seria possível comprar muito mais que aquele apartamento.

A desordem do apartamento era compreensível – especialmente dadas as circunstâncias da Segunda Guerra Mundial, e consequência da urgência da Madame de Florian de abandonar a casa e buscar refúgio.

De qualquer forma a pergunta que continua sem resposta é: por que Madame de Florian decidiu nunca mais voltar? E assim sendo, por que continuaria pagando metodicamente o aluguel durante os 70 anos seguintes?

 



Deixe seu comentário!